9 livros e um álbum, para entender a cidade contemporânea

A seguir, uma sugestão de leituras sobre a cidade contemporânea. São 9 livros que podem ser lidos ao som do álbum ” The Suburbs” da banda Arcade Fire, composta por antigos moradores do sprawl texano.

1. As origens da urbanística moderna, 1963
    Autor: Leonardo Benevolo

image

Benevolo retorna ao século XVIII, quando as cidades européias vivenciam um forte crescimento demográfico. Trata-se da primeira grande urbanização capitalista da história. Compreender este processo ajuda a entender a cidade contemporânea, em especial a urbanização chinesa, que fecha este ciclo após 300 anos.

2. Morte e vida das grandes cidades americanas, 1961
Autora: Jane Jacobs
image

Escrito em 1961, o livro de Jacobs é dos mais influentes das últimas décadas. Trata-se de uma crítica contundente ao urbanismo modernista e também ao sprawl americano, cuja coesão está vinculada ao carro. Em contrapartida, Jacobs propõe uma cidade densa, com bairros multifuncionais, cujas calçadas sejam lugares repletos de humanidade e sentido.

3. Aprendendo com Las Vegas, 1977
Autores: Robert Venturi, Denise Scott Brown e Steven Izenour
image

Os autores buscam em Las Vegas, compreender como o Sprawl se estrutura do ponto de vista simbólico e iconográfico. O livro define uma metodologia de análise do espaço urbano que estabelece um vínculo entre a percepção e a velocidade do observador. Isto se torna importante quando o cidadão se transforma em motorista.

4. Sprawl: a compact history, 2005
Autor: Robert Bruegmann
image

O livro busca construir uma definição histórica para o Sprawl: tipo de cidade espraiada que tem no carro o seu principal protagonista. Imensos vazios se intercalam com enormes construções que abrigam centros de compras, serviços e até mesmo indústrias. Seu surgimento ocorreu no início do século XX na Europa e nos EUA.

5. Small Scale, Big Change, 2010
Autor: Andres Lepik
image

No final de 2011 o MoMA organizou uma exposição sobre a ” Novas arquiteturas socialmente engajadas”. Ela é um marco de uma mudança na crítica arquitetônica, que se afasta dos grandes nomes e busca obras mais comprometidas com as pessoas. Uma seleção impecável de obras por todo mundo, demonstra a força da arquitetura contemporânea. Destaco os projetos urbanos do Elemental no Chile, de Hashim Sarkis no Líbano, do Metrocable na Venezuela e do Complexo de Manguinhos no Rio de Janeiro.

6. How The City Moved to Mr. Sun, 2011
Autores: Michiel Hulshof e Daan Roggeveen

image

Os autores visitam 13 cidades chinesas. Em cada uma delas conversam com moradores cujos relatos permitem que se conheça com profundidade a maior urbanização já vista pela humanidade, a da China. Relatos como o do Sr. Sun, que dá título ao livro. Lavrador, acabou construindo um grande edifício onde além da sua casa e de seus parentes, abrigava uma lan house e quartos de aluguel. Na cobertura uma horta que permitia o contato com suas origens.
Até o dia em um novo empreendimento imobiliário derruba sua casa em troca de dois apartamentos.

7. Living in the endless City, 2011
Organizadores: Ricky Burdett e Deyan Sudjic
image

A London School of Economics and Political Science e a Alfred Herrhausen Society do Deutsche Bank, organizam uma pesquisa global sobre a cidade contemporânea chamada The Urbana Age Project. Este volume é o resultado dos trabalhos realizados entre 2007 e 2010. As cidades estudadas são Mumbai, São Paulo e Istambul. Dados estatísticos atualizados e uma seleção de textos críticos sobre três das mais importantes cidades do mundo.

8. A Urbanização Brasileira, 1996
Autor: Milton Santos

image

Uma reflexão indispensável para a compreensão da cidade contemporânea brasileira. Mostra todo o desenvolvimento histórico da urbanização no Brasil, e constrói uma série de ferramentas teóricas para explicar nossas cidades espraiadas (sprawl).

9. Brasil, Cidades: alternativas para a crise urbana, 2001
Autora: Erminia Maricato
image

Uma reflexão sobre a “a tragédia urbana brasileira”. Habitação, transporte, mercado imobiliário e legislação urbana são alguns dos temas criticados por Maricato neste livro

Sobre Marcos O. Costa

Arquiteto Urbanista formado pela FAU Mackenzie com mestrado em estruturas ambientais urbanas pela FAUUSP. Associado à Borelli & Merigo, onde desenvolve projetos nas áreas de edificações e urbanismo. É professor da FAAP e da Escola São Paulo. A publicidade exposta neste Blog é de responsabilidade da Wordpress
Esse post foi publicado em Urbanismo. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s