Eladio Dieste em Apiúna?

blogPosto da Fiscalização da Fazenda Estadual de Apiúna010

O uso sábio, humano e imaginativemente rico do espaço produz uma intensa felicidade; quando o alcançamos temos a arte, e, como toda a arte, torna inteligível, como em um raio, o mistério do mundo, inexpressável por meio das palavras. É também um fato que sem essa comunhão contemplativa tudo se transformaria em aridez e tédio.

                                                                                                                                        Eladio Dieste

________________________________________________________________

O uraguaio Eladio Dieste formou-se em engenharia civil no ano de 1943, na Faculdade de Engenharia da Universidade da República, em Montevideo. Depois de formado, seus primeiros trabalhos permitiram que ele adquirisse grande experiência com cascas de concreto armado. A partir desta experiência ele partiu para o desenvolvimento de técnicas cosntrutivas com alvenaria cerâmica (tijolo) armada. Ele criou métodos analíticos que acabaram por constituir novos parâmetros para o dimensionamento, o detalhamento e o desenho destas estruturas. Esta sofisticação teórica permitiu uma grande simplicidade construtiva visto que o tijolo é um material muito popular.

________________________________________________________________

Não se pode obter uma arquitetura sã sem o uso racional e econômico dos materiais de construção. Falo inclusive da arquitetura como arte em seu nível mais elevado. Em última análise não há diferença entre o econômico e o moral. É moral aquilo que permite a conquista final do homem, e para esta conquista, é indispensável a utilização racional e respeitosa dos recursos naturais.

                                                                                                                                        Eladio Dieste

________________________________________________________________

Sua arquitetura é marcada pelo uso da forma como fator de eficiência estrutural. Ele inventou um sistema construtivo que se exprimia através de dois tipos de estruturas de tijolos armados: a abóboda auto-portante e a abóboda de dupla curvatura. A potência plástica destas construções era explorada com maestria por Dieste. Seu domínio da iluminação natural permitiu que ele criasse espaços de grande beleza e dramaticidade, fossem eles depósitos ou igrejas. Ao mesmo tempo, seu trabalho renovou o uso do tijolo na arquitetura. Dieste via no correto e parcimonioso uso dos materiais, um dever ético de todo o arquiteto. Suas estruturas, extremamente esbeltas, se caracterizavam pelo uso mínimo dos materiais construtivos. Simultaneamente Dieste buscava requalificar o trabalho no canteiro de obras, valorizando o trabalho dos operários da construção. Dieste projetou diversos equipamentos específicos para serem utilizados na cosntrução de seus edifícios.

________________________________________________________________

O que mais me assombra é não vislumbrar um modo de evitar que o trabalho de um percentual muito grande de pessoas seja tedioso e destrutivo, em um grau muito maior do que foram os duros trabalhos de outras épocas.

                                                                                                                                        Eladio Dieste

________________________________________________________________

Alguns de seus principais trabalhos foram as igrejas de Atlântida e de Durazno, e a Rodoviária da cidade de Salto, todas no Uruguai.

blogPosto da Fiscalização da Fazenda Estadual de Apiúna002

Posto de Fiscalização da Fazenda Estadual em Apiúna, Santa Catarina

Dieste possui uma vasta obra no Brasil, em especial no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, onde trabalhou em conjuntos com os arquitetos Carlos Fayet, Cláudio Luís Araujo, Carlos Comas dentre outros. Deste período cabe destacar o projeto para o Ceasa de Porto Alegere.

blogPosto da Fiscalização da Fazenda Estadual de Apiúna001

Posto de Fiscalização da Fazenda Estadual em Apiúna, Santa Catarina

Em viagem pelo interior de Santa Catarina me deparei com o antigo Posto de Fiscalização da Fazenda Estadual de Apiúna. Localizado às margens da rodovia que liga Apiúna à Blumenau, o edifício está abandonado atualmente. O conjunto é composto por dois elementos: um bloco de serviços implantado perpendicularmente à rodovia e uma cobertura de cerca de 800 m², formada por três abóbodas de tijolo armado apoiadas em apenas quatro pilares de concreto, que abriga a área de fiscalização de mercadorias. As abóbodas são extremamente finas, e vencem balanços de mais de quinze metros. Nas bordas de cada uma das abóbodas laterais uma viga horizontal trava todo o conjunto ao mesmo tempo em que garante a correta captação das águas pluviais. As proporções e a esbeltez do conjunto marcam a paisagem do local. Todo o edifício segue fielmente os princípios da arquitetura de Eladio Dieste.

Implantação do Posto de Fiscalização da Fazenda em Apiúna

Implantação do Posto de Fiscalização da Fazenda em Apiúna

Seria este um edifício projetado pelo grande mestre uruguaio? Fiz uma breve pesquisa em que não consegui confirmar a autoria do projeto do edifício. Contudo suponho ser este um dos vários projetos realizados por ele em conjunto com arquitetos brasileiros entre os anos 70 e 80. De qualquer modo ainda que ele não tenha participação direta no projeto e na construção de Apiúna, fica clara a sua influência neste trabalho.

A arquitetura proposta por Eladio Dieste, falecido no ano 2000, merece maiores e mais aprofundados estudos, visando não somente a sua correta percepção histórica, mas também o fomento de novos métodos construtivos em alvenaria armada. Um sistema construtivo vinculado à tradição construtiva brasileira, de fácil implementação técnica e social, barato, e que a própria obra de Dieste demonstra possuir uma qualidade expressiva inegável.

Anúncios

Sobre Marcos O. Costa

Arquiteto Urbanista formado pela FAU Mackenzie com mestrado em estruturas ambientais urbanas pela FAUUSP. Associado à Borelli & Merigo, onde desenvolve projetos nas áreas de edificações e urbanismo. É professor da FAAP e da Escola São Paulo. A publicidade exposta neste Blog é de responsabilidade da Wordpress
Esse post foi publicado em História da Arquitetura e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Eladio Dieste em Apiúna?

  1. Pingback: A Igreja de Atlântida, de Eladio Dieste | Marcos O. Costa

  2. Prezado Arq. Marcos O. Costa.
    Uma pessoa amiga descobriu e me enviou esse artigo que eu desconhecia. Fico muito feliz de ter representado e ao mesmo rempo homenageado ao meu querido Mestre Dieste. Essa obra tão belamente descrita por voce, a qual me correspondeu a honra de tela projetado junto ao Eng. Mario Santos, e construila junto a meus colaboradores operários nos anos 1979/80.
    O projeto arquitetonico original estava previsto com 12 colunas, em três linhas de 4, porem para economizar fundações assim como concreto na estrutura, optei, por eliminar as duas fileiras extremas, já que a técnica do Dieste permitia esses grandes e belos balanços, transformando uma obra corriqueira em essa obra muito arrojada, mesmo não reconhecida nos livros e manuais de arquitetura e lamentavelmente abandonada.
    Provavelmente seja a obra com o maior balanço (17.50 m x 2) do mundo em essa técnica e também de tijolo furado; o qual penso que foi localmente fabricado na cidade próxima de Gaspar, e era de muito boa qualidade.
    Nem o próprio novo município percebe o quanto poderia enriquecer a cidade; a sua valorização, em termos de autoestima e também econômico e turístico. Tomara encontre alguma alma que se apiade dela.
    Eu felicito você por ter percebido o seu valor e escrito esse simple porem claríssimo artigo pesquisando sobre a extraordinária figura desse engenheiro latino americano inovador. Muito obrigado. Eng. Ariel Valmaggia (valmaggia_ing@yahoo.com).

  3. Paulo Eduardo Ferrari Coelho disse:

    Olá, sou de Apiúna e gostaria de conversar sobre a possível obra e Eladio Dieste. como poderia entrar em contato?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s