Protesto em forma de piquenique cobra parque na Augusta, em SP

Ciclovivo

Cerca de 80 pessoas se reuniram entre as Ruas Caio Prado e Marquês de Paranaguá.

Foto: Sérgio Carrera

A pressão para que um parque seja construído na Rua Augusta ganhou força na segunda edição da Virada Sustentável. Em forma de protesto, os manifestantes fizeram um piquenique no asfalto para chamar a atenção para a falta de áreas verdes de lazer no centro de São Paulo.

A ação aconteceu entre as Ruas Caio Prado e Marquês de Paranaguá, na região central da capital paulista, no último domingo (3) à tarde. No local há um terreno de 26 mil metros quadrados e os paulistanos reivindicam um parque público neste espaço.

Duas associações participaram do piquenique, a Sociedade dos Amigos, Moradores e Empreendedores do bairro de Cerqueira César (Samorcc) e o Comitê Aliados do Parque Augusta, que aproveitou a ocasião para comemorar antecipadamente o Dia do Meio Ambiente.

O organizador do evento, Sérgio Carrera, afirmou que o intuito do piquenique era mostrar que áreas verdes na capital paulista são raras e ainda chamar a atenção para a falta de contato entre as pessoas, que ficam enclausuradas dentro de suas casas. Optar pela ação foi a forma encontrada para valorizar a cultura e a história da cidade.

Já a integrante do Conselho Curador da Virada Sustentável, Janine Saponara, destacou o conceito do evento. “O cidadão precisa ver a sustentabilidade como algo bonito. A ideia é se manifestar em prol do ambiente de uma forma pacífica”, disse ao Estadão.

 O terreno é usado como estacionamento atualmente e não pertence à Prefeitura. Por isso, o grupo deixa claro que o proprietário deve ser indenizado.

O Projeto de Lei 345-6/06 para a criação do parque já foi aprovado na primeira votação, em 2011. O grupo, com cerca de 80 pessoas caracterizadas à moda antiga, se reuniu para pressionar que os procedimentos não permaneçam estagnados.  Com informações do Estadão.

Redação CicloVivo

Sobre Marcos O. Costa

Arquiteto Urbanista formado pela FAU Mackenzie com mestrado em estruturas ambientais urbanas pela FAUUSP. Associado à Borelli & Merigo, onde desenvolve projetos nas áreas de edificações e urbanismo. É professor da FAAP e da Escola São Paulo. A publicidade exposta neste Blog é de responsabilidade da Wordpress
Esse post foi publicado em Bairro da Consolação e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s