O emprego formal está crescendo na cidade de São Paulo

SP2040 

Segundo a Pesquisa de Emprego e Desemprego (SEADE/DIEESE), no período de 2000 a 2009, é de se ressaltar o crescimento da participação da mão de obra com carteira assinada no conjunto dos trabalhadores assalariados no município de São Paulo. No setor privado, essa parcela de trabalhadores representava 64% do total em 2000 para atingir 72%, nove anos depois. Também em relação aos números absolutos, dados do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) confirmam a dinâmica desse fenômeno ocorrido na última década. Assim, na cidade de São Paulo, os postos de trabalho contabilizados pelo MTE no setor privado totalizavam 2.389.045 em 2000, número que aumentou para 3.990.013 em 2010.

Quais as razões que explicam o processo de formalização do mercado de trabalho? Que setores mais empregaram na última década? Essas e outras questões são detalhadas no Informe Urbano nº4. Confira.

Sobre Marcos O. Costa

Arquiteto Urbanista formado pela FAU Mackenzie com mestrado em estruturas ambientais urbanas pela FAUUSP. Associado à Borelli & Merigo, onde desenvolve projetos nas áreas de edificações e urbanismo. É professor da FAAP e da Escola São Paulo. A publicidade exposta neste Blog é de responsabilidade da Wordpress
Esse post foi publicado em Formação da Cidade Contemporânea e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s