Os 120 anos de transformações da Avenida Paulista, o símbolo de SP

O Estado de São Paulo

Via nasceu residencial, mas viu seus casarões darem lugar a prédios e centro empresarial

Edison Veiga e Rodrigo Burgarelli

SÃO PAULO – A avenida-símbolo de São Paulo completa hoje 120 anos. Em 1891, quando foi aberta por iniciativa do engenheiro Joaquim Eugênio de Lima, a Avenida Paulista era uma tentativa de criar na cidade uma nova área residencial, distante dos já consolidados bairros de Higienópolis e Campos Elísios e dos arredores da Praça da República. Em 12 décadas, a avenida que nasceu onde só havia mato passou por uma drástica mudança de perfil.

Avenida-símbolo de São Paulo: 12 décadas de existência - André Lessa/AE
André Lessa/AE
Avenida-símbolo de São Paulo: 12 décadas de existência

Os casarões que faziam dela, nas primeiras décadas do século passado, um dos endereços preferidos da alta sociedade paulistana deram lugar a edifícios que a transformaram em moderno e efervescente centro comercial e financeiro. De um lado, a cidade ganhou uma paisagem urbana única, que atrai a atenção de turistas, urbanistas e arquitetos de várias partes do mundo. De outro, defensores do patrimônio lamentam a demolição dos símbolos da São Paulo do início do século 20.

“É uma pena que a grande maioria dos casarões tenha desaparecido”, diz o arquiteto e historiador Benedito Lima de Toledo, professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP) e autor do livro Álbum Iconográfico da Avenida Paulista (Editora Ex Libris, 1987). Hoje, apenas cinco casarões da avenida continuam de pé. Ao longo de sua carreira, Toledo fotografou esses e os que acabaram demolidos – são de seu arquivo muitas das fotos desta página.

Para mostrar essa transformação, o Metrópole vai publicar ao longo deste mês histórias de antigos casarões da avenida. No portal estadão.com.br, leitores e internautas poderão acompanhar as reportagens, comparar fotos antigas e atuais e ver um infográfico do antes e depois da avenida mais famosa de São Paulo.

Concerto. Para comemorar os 120 anos da Paulista, a Associação Paulista Viva promoverá um concerto com músicas que marcaram, de alguma forma, a história da avenida. Doze músicos instrumentais comandarão o show, marcado para às 21h de hoje no Cine Livraria Cultura, no Conjunto Nacional (Avenida Paulista, 2073).

Antes, a partir das 19h30, haverá coquetel para o público. A Associação também aproveitará a ocasião para lançar o Guia da Paulista, com dicas para paulistanos e visitantes sobre o melhor da avenida-símbolo da cidade.

Anúncios

Sobre Marcos O. Costa

Arquiteto Urbanista formado pela FAU Mackenzie com mestrado em estruturas ambientais urbanas pela FAUUSP. Associado à Borelli & Merigo, onde desenvolve projetos nas áreas de edificações e urbanismo. É professor da FAAP e da Escola São Paulo. A publicidade exposta neste Blog é de responsabilidade da Wordpress
Esse post foi publicado em Bairro da Consolação e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s