Consumo de água em SP cai 14,3% em dez anos

CicloVivo

O consumo de água por domicílio na Região Metropolitana de São Paulo caiu 14,3% em dez anos. De acordo com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) são gastos, atualmente, 80,5 bilhões de litros de água por mês. A redução trouxe uma economia de 13,4 bilhões de litros mensais.

Segundo dados da Sabesp, cada residência paulistana gastava em torno de 17.080 litros de água por mês em 2001. Este número diminuiu para 14.650 litros em 2011. Caso a média de 2001 tivesse se mantido, hoje seriam gastos 93,9 bilhões de litros.

A empresa atribui a redução à pelo menos quatro fatores: conscientização da população, diminuição nas perdas de água na rede de abastecimento, melhorias nos equipamentos (que gastam menos água) e queda no número de moradores por domicílio.

A água poupada entre 2004 e 2010 foi suficiente para abastecer 1,7 milhão de pessoas. Isto só foi possível com a diminuição de perdas. Já as campanhas, da Sabesp, de uso racional da água contribuíram para a mudança de hábito.

Torneiras e chuveiros tornaram-se mais eficientes e econômicos. Caixas acopladas de descarga, que antes consumiam 18 litros, hoje usam litros por acionamento. O fato de ter diminuído o número de habitantes por domicílio também colaborou com a redução de consumo de água.

A economia adia novos investimentos com expansão de rede e com novos reservatórios. Outra melhoria é que diminui a execução de obras que impactam na natureza, como a instalação de tubulações e estações elevatórias.

O consumo de água ainda é muito elevado, ainda mais se levarmos em consideração que apenas um por cento de toda a água do mundo está disponível para quase sete bilhões de pessoas. Entretanto, já é um avanço perceber que os incentivos para redução de água têm surtido efeito, mesmo que lentamente. Com informações da Sabesp.

http://www.ciclovivo.com.br/noticia.php/3101

Sobre Marcos O. Costa

Arquiteto Urbanista formado pela FAU Mackenzie com mestrado em estruturas ambientais urbanas pela FAUUSP. Associado à Borelli & Merigo, onde desenvolve projetos nas áreas de edificações e urbanismo. É professor da FAAP e da Escola São Paulo. A publicidade exposta neste Blog é de responsabilidade da Wordpress
Esse post foi publicado em Formação da Cidade Contemporânea e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s