Washington defende “bolsa” para as pessoas trabalharem perto de casa

Washington City Paper

Washington defende pagamento para as pessoas trabalharem perto de casa
por Lydia DePillis
tradução Marcos O. Costa

Onde o Office of Planning’s (Instituto de Planejamento) quer que você viva.

Depois que eu expressei ceticismo (compartilhado por Matt Yglesias) sobre o valor do  programa piloto de 200.000 dólares do OP para concessões de até US $ 6.000 para pessoas que se deslocam para perto do trabalho ou de transporte público, o OP enviou algumas razões que o justificariam. Aqui está o que eles disseram:

. Programas como o Live Near Your Work existem em todo o país. Dois programas pesquisados ​​incluem a Universidade John Hopkins, juntamente com 17 outros empregadores, em Baltimore, Maryland e a Universidade de Chicago, em Illinois.

. Mais de dois terços dos postos de trabalho em Washington DC são ocupados por não residentes. Alguns empregadores nos informaram que entre 73% e 96% de seus empregados vivem fora do Distrito.

. Habitação próxima ao trabalho muitas vezes pode ser mais cara do que mais longe, dependendo da localização. No entanto, viver mais longe do trabalho, principalmente fora do Distrito, pode dobrar ou triplicar os custos de transporte de uma família. Isso depende de quantos carros próprios eles possuem e qual a instensidade de seu uso para atender às necessidades diárias da família. Infelizmente, nenhum empréstimo hipotecário leva em conta a economia com os custos de transporte, o que permitiria ao comprador pagar menos quando a casa ficasse próxima ao seu trabalho.

. Alguns empregadores de Washington DC subsidiam o estacionamento dos funcionário, a um custo de 10.000 dólares ao longo de um período de cinco anos. LNYW é uma alternativa que pode trazer benefícios duradouros para o empregador e o empregado.

. LNYW é um dos primeiros programas deste tipo oferecido pelo Distrito que pede aos empregadores privados para contribuir e alavancar um empregado na compra de uma casa. Os outros programas existentes de compra de casas de assistência no Distrito, tais como a compra de Home Assistance Program, só utilizam os fundos locais ou federais.

. Finalmente, o programa é um piloto, porque queremos analisar quem se beneficia do programa e como ele se beneficia. A intenção é recolher informações sobre as 30-60 famílias e como isso alterou seus deslocamentos e custos de transporte. O programa só será continuado e expandido se o estudo for capaz de medir os benefícios do programa e os recursos utilizados.

OK, todos os pontos justos, principalmente se Washington DC puder obter dos empregadores recursos que seriam gastos em subsídios de estacionamento. Mas a questão principal é que este é menos um programa “viver perto de seu trabalho” do que um “viver no distrito”.

Aqui está o ponto: Viver no Distrito já é atraente. Em geral, o problema é a acessibilidade e não a motivação, e US $ 12.000 é uma gota no balde quando se trata de comprar uma casa de meio milhão de dólares (o público mais provável do programa ​​são inquilinos ). A melhor maneira de levar as pessoas a viverem perto de onde trabalham é criar habitação a preços acessíveis, e a melhor maneira de levar as pessoas a viverem perto do transporte público é torná-lo um excelente serviço.

Enfim, estou de mente aberta, e interessada em ver os resultados.

http://www.washingtoncitypaper.com/blogs/housingcomplex/2011/05/06/d-c-defends-paying-people-to-live-near-work/

Sobre Marcos O. Costa

Arquiteto Urbanista formado pela FAU Mackenzie com mestrado em estruturas ambientais urbanas pela FAUUSP. Associado à Borelli & Merigo, onde desenvolve projetos nas áreas de edificações e urbanismo. É professor da FAAP e da Escola São Paulo. A publicidade exposta neste Blog é de responsabilidade da Wordpress
Esse post foi publicado em Espaço Sustentável e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s