As cidades mais promissoras da China

BBC Brasil

Silvia Salek

Construção da ferrovia Pequim-Xangai, em Jiangsu Obras na província de Jiangsu, que deve se tornar a mais rica do país

O fenômeno da expansão de regiões menos conhecidas da China vem despertando cada vez mais a atenção de investidores e foi analisado em um estudo recente do HSBC intitulado “Por Dentro do Motor do Crescimento”.

Segundo os autores estudo, a maioria dos analistas tende a enxergar a China como um todo em vez de ir atrás da realidade complexa de cada uma de suas províncias, municipalidades e cidades.

Entre os destaques nesse universo, está a cidade que produz mais de a metade dos PCs do mundo e outra, em uma região pobre, que terá um PIB per capita superior ao de Hong Kong em três anos.

Erdos

No oeste da China, na região da Mongólia, fica a cidade de Erdos, com 1,5 milhão de habitantes. Ela terá nos próximos anos um PIB per capita superior ao de Hong Kong, graças à riqueza gerada pelas enormes reservas de carvão e gás natural do local. É também a cidade com mais Rolls-Royce e Ferraris por habitante na China.

Huaxi

Entre os vilarejos chineses, o nível mais baixo na hierarquia administrativa, o mais rico é o de Huaxi, onde todos os 30 mil habitantes, ex-agricultores, são hoje milionários graças a uma série de empreendimentos como a fabricação de chips e geração de energia. O vilarejo está construindo um espigão de 128 andares que deverá ser o segundo mais alto do mundo e planeja ter uma frota de 20 aviões até 2015.

Policial patrulham centro de ChongqingChongqing, com 29 milhões de habitantes, quer ser polo exportador

Chongqing

Chongqing pretende se tornar um polo de exportação, apesar da localização central. O Canal de Transporte Ferroviário Internacional Chongqing-Nova Europa vai ligar a região à Alemanha. Quando estiver concluído, o transporte de mercadorias deve levar a metade do tempo gasto hoje no transporte marítimo, segundo o governo. A cidade saiu na frente na iniciativa oficial de promover uma revolução econômica no interior do país. Tem 29 milhões de habitantes.

Constução em TianjinTianjin está criando cidade ecológica para 350 mil pessoas

Tianjin

Tianjin pretende se tornar a principal base de refinamento e processamento de petróleo do país até 2015, quando deve ser concluída uma refinaria em parceria entre China e Rússia. Além disso, está criando uma cidade ecológica para 350 mil pessoas com energia solar, eólica, reaproveitamento de águas da chuva para consumo e lixo orgânico para geração de energia.

Dalian

Localizada na ponta da península de Liaodong, Dalian tem o maior porto da região nordeste e a meta de se transformar na Hong Kong do norte. Recebeu um prêmio da ONU em 2009 pela bem desenvolvida infraestrutura local. O Parque de Software de Dalian se transformou no principal pilar da indústria local.

Jardim em Xi'anXi’an é sede de algumas das melhores universidades da China

Xi’an

Xi’an contribui com metade do PIB da província de Shaaxi. É parte do “Triângulo Ocidental” com Chongqing e Chengdu. Lidera o desenvolvimento de programas de computador e tecnologia aeroespacial na região oeste da China. Tem uma zona de desenvolvimento econômico cuja produção tecnológica é amparada em universidades que estão entre as melhores da região. Ferrovias de alta velocidade em construção vão melhorar a ligação da cidade com outras partes do país.

Zhongguancun

Pequim tem seu equivalente ao Vale do Silício. Na área de Zhongguancun, 23 empresas de alta tecnologia abriram capital em 2009, contra apenas uma no original polo na Califórnia. Outras 35 abriram capital em 2010, segundo dados preliminares.

Kunshan

A cidade de Kunshan produz mais da metade dos PCs do mundo, 85 milhões de unidades por ano. A liderança de Kunshan no ramo vem sendo ameaçada por outra cidade chinesa: Chongqing.

Jardim em SuzhouPor causa de seus jardins, Suzhou é chamada de ‘paraíso na Terra’

Suzhou

Suzhou, na província de Jiangsu, tem um PIB per capita 70% mais elevado que o de Pequim. É chamada de “paraíso na Terra” por conta de seus históricos jardins, e é uma entre apenas duas cidades no país (Lijiang é a outra) com limites para a altura de seus prédios. A força econômica vem das indústrias siderúrgica, eletrônica e tecnológica. Será ligada a Xangai por um trem-bala.

Construção de ferrovia em JiangsuA província de Jiangsu deve se tornar a maior do país no ano que vem

Jiangsu

A província de Jiangsu deve superar em importância econômica a de Guangdong e se tornar a maior província já no ano que vem. Cerca de 80% das empresas de Jiangsu são privadas. Segundo dados preliminares, o PIB da província cresceu 17,6% em 2010.

http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2011/04/110405_china_destaques_ss.shtml

Sobre Marcos O. Costa

Arquiteto Urbanista formado pela FAU Mackenzie com mestrado em estruturas ambientais urbanas pela FAUUSP. Associado à Borelli & Merigo, onde desenvolve projetos nas áreas de edificações e urbanismo. É professor da FAAP e da Escola São Paulo. A publicidade exposta neste Blog é de responsabilidade da Wordpress
Esse post foi publicado em Formação da Cidade Contemporânea e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s